Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“A Good Day To Die Hard” – Poster e Trailers.

em: 2012/10/26 | por: | em: Cinema | Sem comentários em “A Good Day To Die Hard” – Poster e Trailers. | lido: 2.222 vezes

John McClane está de volta. Quem me conhece sabe que o primeiro “Die Hard” é um dos filmes da minha vida, portanto cada aventura do polícia certo no local e hora errados é para mim motivo de grande satisfação e entusiasmo, principalmente quando é bem feito, como parece ser o caso. No entanto, a mudança de cenário para a Rússia parece-me ser um passo maior do que a perna, apesar de resultar numa das melhores frases publicitárias do ano:

Estivéssemos ainda na Guerra Fria e iam rolar cabeças. Adiante. McClane vai ter com o filho à Rússia e … pronto, é isto e basta para muita acção, piadas rápidas e certeiras e muito fogo de artificio. Não se espera nada com a elegância e arte do primeiro filme, mas será divertimento garantido. Bruce Willis, Jai Courtney e Mary Elizabeth Winstead são o clã McClane (só eu é que sinto falta da Bonnie Bedelia?), agora dirigidos por John Moore (“ Atrás das Linhas do Inimigo “). Pelos trailers, Este será um dos grandes filmes do género em 2013…

Ouvir o “Hino à Alegria” de Bethoven com John McClane aos tiros deixa-me sempre com pele de galinha… E a vocês?

Deixe um comentário