Fantasporto 2018 – Vencedores e horários das sessões dos filmes premiados.

Fantasporto 2018 – Vencedores e horários das sessões dos filmes premiados.

Chega amanhã ao fim a 38ª edição do Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, e já existe palmarés. Antes de o divul. [...]

Fantasporto 2018 – Dias 1, 2 e 3.

Fantasporto 2018 – Dias 1, 2 e 3.

Concluímos a divulgação da programação do Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, no Grande Auditório do Rivoli – Te. [...]

A Floresta Das Almas Perdidas – Terror Luso, Melancólico e Poético.

A Floresta Das Almas Perdidas – Terror Luso, Melancólico e Poético.

Há alguns anos que conheço e acompanho o trabalho do José Pedro Lopes e do Anexo 82. Com uma interessante colecção de curtas-metragens no . [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

Cannes 2009 – Palma de Ouro para filme Português!

em: 2009/05/24 | por: | em: Cinema | 1 comentário em Cannes 2009 – Palma de Ouro para filme Português! | lido: 2.192 vezes

Na categoria de curta-metragem, mas mesmo assim, é um bom principio. “Arena” de João Salaviza, filme que já tinha ganho no IndieLisboa, sobre um jovem em prisão domiciliária. No texto de apresentação do filme, escrito para o festival Português, o realizador de 24 anos dizia: “Mais do que captar as transformações de um lugar, interessa-me a tensão dos momentos em que nada se altera. Ao filmar o Mauro em prisão domiciliária confrontei-me com a condição de um homem que não tem para onde ir.” Pelos vistos, fê-lo muito bem. Parabéns!

O restante Palmarés do Festival é o que se segue:

Palma de Ouro: “The White Ribbon” de Michael Haneke

Grande Prémio: “A Prophet” de Jacques Audiard

Melhor Realizador: Brillante Mendoza por “Kinatay

Melhor Argumento: Lou Ye por “Spring Fever

Melhor Actor: Christoph Waltz por “Inglorious Basterds

Melhor Actriz: Charlotte Gainsbourg por “AntiChrist

O Prémio do Júri foi para dois filmes: “Fish Tank” de Andrea Arnold e “Thirst” de Park Chan-Wook

Prémio Carreira: Alain Resnais

A lista completa pode ser vista aqui.

Deixe um comentário