Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Chegou a altura do ano em que vos faço algumas recomendações para o Halloween. Desta vez, e porque o Netflix se tem tornado uma plataforma ca. [...]

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

Cinema 2010 – Balanço e Veredicto.

em: 2011/01/10 | por: | em: Cinema | 2 comentários em Cinema 2010 – Balanço e Veredicto. | lido: 3.128 vezes

Com alguns dias de atraso, chegou a altura do laxanteCULTURAL divulgar as suas escolhas dos melhores filmes de 2010. Antes disso, permitam-me fazer um pequeno balanço do que este ano significou para este espaço. 2010 deveria ser o ano em que este blogue se afirmaria como um espaço de consulta, divulgação e debate sobre cinema e outras artes e actividades culturais. Infelizmente, a nível pessoal, passei por algumas dificuldades que não me permitiram concretizar todos os objectivos que tinha idealizado. No entanto, e apesar disso, conseguimos ter um crescimento que, apesar de irregular, se saldou bastante positivo. Cultivámos um grupo de leitores e amigos que se têm mantido fiéis àquilo que fazemos, alargando este espaço ao facebook, participando de encontros com outros blogues do género (o primeiro encontro foi organizado pelo Nuno Reis do Antestreia e teve lugar no Fantasporto, prolongando-se depois por outros espaços e festivais) e, principalmente, tendo voz na discussão cultural e principalmente cinematográfica que penso ser saudável e cada vez mais necessária na luta diária que deve ser travada na divulgação da cultura em geral e do cinema em particular. Agradeço portanto a todos quantos foram visitando o laxanteCULTURAL e principalmente àqueles que contribuíram para a discussão e divulgação, com comentários, argumentos contraditórios e ‘gostos’ no facebook. Fica a promessa e intenção de não os defraudarmos, e de me dedicar a trazermos mais e melhores conteúdos em 2011. A nível pessoal, gostaria de fazer alguns agradecimentos: Ao Jorge Lima, do Xigli e do Thesis Orange, que continua a tratar da parte técnica  e visual deste blogue, tornando tudo isto possível. Ainda um agradecimento especial ao Tiago Ramos do SplitScreen e novamente ao Nuno Reis, por terem, de forma tão espontânea  e solidária, divulgado  este artigo que escrevi aquando da morte do meu pai.

Agora sim, vamos às minhas escolhas de 2010, condicionadas por uma menor afluência minha às salas, mas que mesmo assim resulta numa lista representativa do que por cá foi estreando:

Os Melhores.

1 – “Inception” – “A Origem” (Christopher Nolan).

2 – “The Social Network” – “A Rede Social” (David Fincher).

3 – “Toy Story 3” (Lee Unkrich).

4 –  “Antichrist” – “Anticristo” (Lars Von Trier).

5 – “El secreto de sus ojos” . “O Segredo Dos Seus Olhos” (Juan José Campanella).


6 – “The Ghost Writer” – “O Escritor Fantasma” (Roman Polanski).

7 – “Madeo” – “Mother — Uma Força Única” (Joon-ho Bong).


8 – “Shutter Island” (Martin Scorsese).

9 – “(500) Days of Summer” – “(500) Dias com Summer” (Marc Webb).


10 – “A Single Man” – “Um Homem Singular” (Tom Ford).

Destaco ainda cinco menções honrosas: “Let Me In” – “Deixa-me Entrar” (Matt Reeves); “Das weisse Band – Eine deutsche Kindergeschichte” – “O Laço Branco” (Michael Haneke); “Fish Tank” – “Aquário” (Andrea Arnold); “How To Train Your Dragon” – “Como Treinares o teu Dragão” (Dean DeBlois e Chris Sanders); “The Town” – “A Cidade” (Ben Affleck).

Os Piores.

Nas escolhas dos piores, destaco apenas alguns filmes, que não sendo certamente os piores que vimos por cá em 2010, tinham obrigação de ser bem melhores: “Precious” (Lee Daniels); “The Lovely Bones” – “Visto do Céu” (Peter Jackson); “Salt” (Phillip Noyce), e os maus “Solomon Kane” (Michael J. Bassett); “Dolan’s Cadillac” – “Morte No Deserto” (Jeff Beesley); “Predators” – “Predadores” (Nimród Antal): “The Losers” – “Os Perdedores” (Sylvain White).

Como sempre, se concordam, discordam ou quiserem deixar também as vossas listas, usem por favor o espaço para os comentários. Obrigado.

{ 2 Comentários… read them below or adicione um }

Nuno Reis Janeiro 10, 2011 às 19:15

Obrigado eu Pedro. Quando estás por perto o cinema sabe sempre melhor 🙂

Responder

Pedro Afonso Janeiro 10, 2011 às 19:19

Guloso! 😉

Responder

Deixe um comentário