Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“Fame” – Trailer

em: 2009/04/02 | por: | em: Cinema | Sem comentários em “Fame” – Trailer | lido: 1.413 vezes

Quem for trintão como eu, olha para o poster acima e ouve uma música, esboça um sorriso e, provavelmente, fecha os olhos e revê corpos esbeltos a dançar balet, um velho professor de barbas brancas e óculos, muito rezingão, e um corredor de uma escola artística que, de um momento para o outro, se enche de jovens com sonhos. E sentimo-nos bem, provavelmente porque essas recordações já têm mais de 20 anos. Eram de um filme de Alan Parker (de 1980) e/ou de uma série de televisão que se lhe seguiu (de 1982 a 1987). Agora, 29 anos depois do original, chega-nos o remake. Dele sabemos pouco para já, apenas que continua a contar com Debbie Allen, a professora de dança mais famosa no mundo. O realizador Kevin Tancharoen vem de musicais e realitty-shows da MTV, o que não é bom presságio. Mas começamos a ver o trailer e, ao chegar à reinvenção do tema de Irene Cara, sentimo-nos outra vez adolescentes. Experimentem…

Deixe um comentário