Sugestões para o Halloween 2020 – Streaming.

Sugestões para o Halloween 2020 – Streaming.

Volto às minhas recomendações para o Halloween e, para o ano de 2020, de filmes e séries que podem ser vistas nas três plataformas de strea. [...]

“The Haunting Of Bly Manor” – Flanagan de Luxo.

“The Haunting Of Bly Manor” – Flanagan de Luxo.

Mike Flanagan. Quem costuma visitar este espaço sabe o apreço que tenho pelo homem, que considero o mais sólido e inventivo realizador a tra. [...]

Fantasporto 2020 – Dia 8 de Março.

Fantasporto 2020 – Dia 8 de Março.

Já tinha dado por encerrada esta edição do Fantasporto 2020, a 40ª, quando decidi ir à sessão dos premiados da secção de cinema portugu. [...]

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Já há uns anos que não fazia uma lista de melhores do ano, mas este ano, talvez por termos completado 10 anos de actividade, resolvi retomar . [...]

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

Para terminar a iniciativa de comemoração do 10º aniversário do laxanteCULTURAL, temos o amável contributo da Rita Santos, a.k.a. FilmPuff,. [...]

“Inglorious Basterds” – Cannes Newsreel e mais Basterds.

em: 2009/05/28 | por: | em: Cinema | Sem comentários em “Inglorious Basterds” – Cannes Newsreel e mais Basterds. | lido: 3.298 vezes

Não ganhou a Palma de Ouro, nem o grande prémio, nem tão pouco o prémio de melhor realizador. “Inglorious Basterds” limitou-se a ganhar o prémio de melhor interpretação masculina. O filme de Quentin Tarantino não arrasou Cannes como alguns esperariam (pessoalmente, sempre achei que a Palma de Ouro estaria fora de alcance, apesar de antecipar este como um dos filmes do ano), mas a sua comitiva provocou sensação e furor entre jornalistas e público que se deslocaram à Croisette. Aqui fica a reportagem dessa passagem, antes da exibição do filme, com as expectativas dos seus intervenientes.

Antes, olhemos para os Basterds. Já aqui vos tinha mostrado Brad Pitt e a sua espantosa cicatriz. Entretanto percebi que os restantes seriam lançados às feras a conta-gotas. E resolvi esperar até estarem todos na arena (reparem no belíssimo trocadilho com a nossa Palma de Ouro). Assim sendo, aqui estão Eli Roth, Diane Kruger, Til Schweiger e Mélanie Laurent, sem cicatrizes, mas igualmente ameaçadores.

Deixe um comentário