Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

O Novo laxanteCULTURAL.

em: 2010/04/11 | por: | em: Artigo Patrocinado | 3 comentários em O Novo laxanteCULTURAL. | lido: 2.383 vezes

Aqueles que começavam a estranhar a falta de actividade no laxanteCULTURAL, têm agora a razão diante dos seus olhos. O laxanteCULTURAL mudou. E mudou por várias razões:

1 – A máscara anterior tinha um bug ao nível da identificação dos post, quer a nível de inserção de comentários, quer a nível estatístico;

2 – Havia a necessidade de fazer uma maior optimização de SEO (Search Engine Optimization), apesar do site não estar mal servido a esse nível;

3 – Havia também a vontade de mudar um pouco o visual, mas mantendo a organização da máscara existente, pois o seu funcionamento agrada-me bastante.

Por estas razões, e após debate com o Xigli (são eles que asseguram desde o primeiro minuto tudo o que tem a ver com a parte técnica do site), resolvemos usar o Thesis que, além de resolver estas questões, fornecia uma base mais sólida e optimizável, totalmente dinâmica em termos de design. Além disso, tem um painel de controlo simples, que coloca à disposição uma série de outras funcionalidades directamente da página de artigos.

Começando pelo design, e mantendo a orgânica dos artigos e do destaque (apenas aumentando de 4 para 5 os artigos desta secção), saltam à vista as imagens no cabeçalho. Começou por ser uma ideia vaga minha, de pôr uma imagens quase abstractas, mas alusivas aos temas que são tratados aqui no blog (Cinema, Música, Televisão, etc.). Mas a malta do Xigli apresentou-me uma proposta que consistia em imagens específicas de um filme, com uma imagem de fundo e uma personagem de cada lado. A proposta não me desagradou, mas o filme em questão, “Sin City“, apesar de ser um filme do qual gosto bastante, não me pareceu pertinente. Optei então por escolher o “Inglorious Basterds” por várias razões: foi o filme eleito por mim como o melhor de 2009, é um dos grandes filmes dos últimos anos e tem o tema do cinema como sub-plot, o que o torna mais apropriado. Pusemos pois o cinema em que se dá a estreia do filme Nazi como imagem de fundo, e aquelas que para mim são as duas personagens mais fortes, os fascinantes Hans Landa e Shossana Dreyfus, a ‘guardar’ a entrada do blog. Na minha opinião, o Jorge Lima fez um excelente trabalho na gestão das imagens e cores propostas, o que resultou num ambiente atractivo e forte.

Na coluna da direita, introduzimos uma nova secção de artigos em destaque aleatórios, que muda a cada actualização, o que faz com que cada visitante possa descobrir outros artigos, mais recentes ou antigos, que lhe possam também despertar interesse. Optimizámos também a parte das subscrições, incluindo ainda a informação do número de subscritores em cada uma das modalidades, twitter (o último twit enviado pode ser visto logo abaixo dos artigos em destaque) e feeds. Temos também um novo espaço para publicidade, com possibilidade de inclusão de uma imagem mais larga por parte dos anunciantes. Podem consultar os preços na nossa página de Publicidade. Por último, e porque aumentámos a largura da coluna, o que faz com que os vídeos desta secção apareçam maiores e de mais fácil percepção.

No rodapé, instalámos algumas novas funcionalidades. Além de uma barra de navegação mais atractiva, temos também os últimos artigos comentados e os mais populares, com indicação dos números que os colocam nesta secção. Mantemos as categorias, o menu e alguns links. Como imagem de fundo, temos um piano, só para lembrar que apesar da maioria dos artigos ser sobre cinema, contemplamos também outros temas.

Nos artigos, incluímos algumas informações no cabeçalho: data, autor, número de comentários e de leitores. Adicionámos também dois espaços para publicidade do Adsense (um no inicio, sóbrio, e outro no fim). Nos botões para publicação, optámos por colocar apenas os mais importantes, pesando menos no aspecto e na rapidez. Alterámos também o aspecto dos artigos relacionados, de forma coerente com o novo visual do blog.

Resumindo:

Era uma mudança que se impunha, não só pelas limitações do tema anterior, mas também para uma maior optimização de recursos. O laxanteCULTURAL tem vindo a ter um crescimento constante de tráfego, visitas e comentários, que pedia uma maior performance e um visual mais cuidado e apelativo. Foram dias de trabalho intenso. A mudança para Thesis implicou a alteração manual de todos os 229 artigos, no preenchimento dos campos reservados ao SEO, e das imagens de apresentação para o novo formato. Por conseguinte, apenas um artigo foi publicado na última semana. Na minha opinião, e na do Xigli, valeu a pena. E vocês, o que acham? Usem os comentários para nos darem feedback sobre o nosso novo blog. Nós agradecemos.

Agora, se me permitem, vou ali desmaiar um bocadinho. A programação segue dentro de momentos…

{ 2 Comentários… read them below or adicione um }

Tiago Ramos Abril 11, 2010 às 22:59

Parabéns! Uma mudança para melhor, claramente!

Responder

Pedro Afonso Abril 12, 2010 às 01:41

Obrigado Tiago!

Responder

Deixe um comentário