Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

Contagem Decrescente para os Óscares… Com Craig Ferguson!

em: 2010/03/07 | por: | em: Cinema, Televisão | 1 comentário em Contagem Decrescente para os Óscares… Com Craig Ferguson! | lido: 1.612 vezes

Quem me segue no twitter ou no facebook sabe que estou completamente viciado no “The Late Late Show with Craig Ferguson“. Diariamente procuro a Internet em busca de um novo episódio para ter a minha dose. O que é que isto tem a ver com os Óscares? Nada, ou melhor, tem que o Craig, no programa de sexta-feira, tece algumas considerações sobre a cerimónia e tudo aquilo que a rodeia. São opiniões que eu partilho e, por isso, nada melhor do que aguardar pela cerimónia com uma dose de bom humor do melhor apresentador de talk shows da actualidade.

Para quem não conhece, convém tecer algumas considerações. “The Late Late Show with Craig Ferguson” é um programa da CBS e Craig uma aposta pessoal de David Letterman. Escocês naturalizado Americano, ex-dependente de álcool e drogas, limpo desde 1992 (embora às vezes seja difícil de acreditar), Stand-up comedian, escritor e apresentador do programa que conta já com mais de 1000 edições. A grande diferença entre este e outros programas do género é que é (aparentemente) feito sem rede. Não há banda, não há side-kicks e (já) não há sketches a interromper a conversa. Há apenas Ferguson, imensa criatividade e loucura e uma plateia que entende o humor inteligente e corrosivo do apresentador. Há leitura de e-mails e twitties (única rubrica do programa) e a palavra espanhola do dia, pois a resolução de ano novo de Ferguson foi aprender Espanhol e fazer o último programa deste ano nessa língua. Não consigo imaginar que programa será, tendo em conta as palavras que têm sido escolhidas. Antes da cerimónia dos Óscares (que comentarei em directo pelo twitter, à semelhança dos Globos de Ouro), vejam o programa de sexta, e não se esqueçam de que pode provocar dependência…

Deixe um comentário