Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

Oscars 2010 – Nomeado Para Curta de Animação 3/5 – “The Lady And The Reaper”.

em: 2010/02/15 | por: | em: Cinema, Crítica | 1 comentário em Oscars 2010 – Nomeado Para Curta de Animação 3/5 – “The Lady And The Reaper”. | lido: 2.079 vezes

Depois de  “French Roast“e “Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty“, este é o terceiro dos cinco nomeados para o Óscar de Melhor Curta-Metragem de Animação. Chama-se “The Lady And The Reaper”, é Espanhol (um dos produtores é António Banderas) e é outro dos meus favoritos. Dos estúdios Kandoor Moon, “La Dama Y La Muerte” é uma pequena maravilha escrita e realizada por Javier Recio Gracia.

Uma doce velhinha vive sozinha numa quinta, aguardando a chegada da morte, o que possibilitará o reencontro com o seu amado marido. Mas este vai ser difícil, uma vez que a ceifeira vai encontrar um rival à altura: Um  arrogante e teimoso médico que tudo fará para prolongar a vida à idosa senhora.

Mas, ao contrário de “Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty“, cuja estória se esgotava na premissa, aqui a premissa é isso mesmo: Um ponto de partida para um espectáculo de luz e som (é o único dos nomeados que não tem uma  única linha de diálogo), uma sequência de gags hilariantes, com um desfecho eficaz e apropriado, com um propósito e uma moral bem definidos.

Tecnicamente, “La Dama Y La Muerte” é irrepreensível, provando que no velho Continente (e mesmo aqui ao lado) também se faz animação computorizada de primeiríssima qualidade. Com uma animação e iluminação adequadas aos vários momentos da estória, um ritmo narrativo elevadíssimo, sem perder a atenção aos pormenores e uma banda sonora perfeita, este é um dos mais fortes candidatos ao prémio. E aqui fica, para vossa consideração…

Deixe um comentário