Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Chegou a altura do ano em que vos faço algumas recomendações para o Halloween. Desta vez, e porque o Netflix se tem tornado uma plataforma ca. [...]

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“Prémio Autores SPA/RTP” – Nomeados e Vencedores.

em: 2010/02/09 | por: | em: Arte, Cinema, Literatura, Música, Televisão | 4 comentários em “Prémio Autores SPA/RTP” – Nomeados e Vencedores. | lido: 7.965 vezes

Antes de mais, já era tempo de, em Portugal, haver um prémio digno que distinguisse quem faz por enriquecer a nossa Cultura. Saúdo a Sociedade Portuguesa de Autores e a RTP por tê-lo criado e por o ter entregue numa gala digna (resistindo à tentação de a transformar numa frívola  festa do Jet 7). Mas houve uma coisa que me confundiu: Sendo o prémio destinado aos autores, Mário Laginha e António Vitorino de Almeida (por exemplo), autores de composições vencedoras, ficaram sentados na plateia. Apesar desta ironia, foi uma lufada de ar fresco no panorama cultural Português e um bom incentivo a quem, contra ventos e marés, luta por fazer cultura neste país ainda inculto. Resta só dizer que a gala apresentada por Catarina Furtado contou com belíssimas actuações musicais de Rui Veloso, Pedro Abrunhosa, Deolinda e Aziza Mustafa Zadeh. Foram entregues 20 prémios enquadrados em 8 áreas: cinema, rádio, dança, música, literatura, teatro, televisão e artes visuais, e dois prémios especiais. Aqui fica a lista dos digníssimos nomeados e respectivos vencedores (a vermelho):

PRÉMIO AUTORES 2010

Nomeados e Vencedores

Categoria: CINEMA

Melhor Filme

. Um Amor de Perdição de Mário Barroso

. Morrer como um Homem de João Pedro Rodrigues

. Ne Change Rien de Pedro Costa

Melhor Actriz

. Margarida Carvalho em Veneno Cura

. Catarina Wallenstein em Um Amor de Perdição

. Ana Moreira em A Corte do Norte

Melhor Actor

. João Lagarto em 4 Copas

. Rui Morisson em Os Sorrisos do Destino

. Fernando Santos em Morrer como um Homem

Categoria: RÁDIO

Melhor Programa

. Pessoal e Transmissível – Carlos Vaz Marques

. Encontros com o Património – Manuel Vilas-Boas

. Em Nome do Ouvinte – Adelino Gomes

Categoria: DANÇA

Melhor Coreografia

. Talk Show – Rui Horta

. Void – Clara Andermatt

. Vale – Madalena Victorino

Categoria: MÚSICA

Melhor Canção

. Se Esta Rua Fosse – Álbum Tasca Beat – O sonho português, O’QUESTRADA

. Margarida – Álbum Kronus, Cristina Branco

. Tempo para Cantar – Álbum B Fachada, B Fachada

Melhor Disco

. Space Grace – Dennis González e João Paulo

. SOLO II – António Pinho Vargas

. Luminismo – Ricardo Rocha

Melhor Trabalho Música Erudita

. Música Portuguesa para um Quarteto – Quarteto Lopes-Graça, obras de Lopes-Graça e António Victorino d’Almeida

. Música Contemporânea para Piano – Três compositores algarvios – João Luís Rosa, obras de Joaquim Galvão, Cristóvão Silva, Tiago Cutileiro

. Missa Grande – Coro de Câmara de Lisboa, dirigido por Teresa Gutiérrez, obra de Marcos Portugal

Categoria: LITERATURA

Melhor Livro de Ficção Narrativa

. Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra no Mar – António Lobo Antunes

. Deixem Passar o Homem Invisível – Rui Cardoso Martins

. A Ministra – Miguel Real

Melhor Livro de Poesia

. A Luz Fraterna – António Osório

. Ofício Cantante (Poesia Completa) – Herberto Helder

. Últimos Poemas – Nuno Rocha Morais (título póstumo)

Melhor Livro de Literatura Infanto-Juvenil

. O Tubarão na Banheira – David Machado

. Azul Blue Bleu – Eugénio Roda

. O Gato de Uppsala – Cristina Carvalho

Categoria: TEATRO

Melhor Espectáculo

. A Orelha de Deus – encenação de Cristina Carvalhal

. Ego – encenação de João Pedro Vaz

. Demo – encenação de Teatro de Praga

Melhor Actriz

. Custódia Gallego em O Vulcão e A Casa de Bernarda Alba

. Tânia Alves em Querida Professora Helena Sergueievna

. Sílvia Filipe em Esta Noite Improvisa-se, Huis Clos e O Peso das Razões

Melhor Actor

. Virgílio Castelo em O Camareiro

. Gonçalo Waddington em Ego

. Henrique Feist em Máquina de Somar

Categoria: TELEVISÃO

Melhor Programa de Informação

. Jornal das 9/SIC Notícias – SIC

. A Guerra /2.ª série – RTP

. Câmara Clara – RTP

Melhor Programa de Ficção

. Equador – TVI

. Conta-me Como Foi – RTP

. Pai à Força – RTP

Melhor Programa de Entretenimento

. Os Contemporâneos – RTP

. Gato Fedorento Esmiuça os Sufrágios – SIC

. 5 para a Meia-Noite – RTP

Categoria: ARTES VISUAIS

Melhor Exposição de Artes Plásticas

. Anos 70 – Atravessar Fronteiras – Fundação Calouste Gulbenkian

. Casa das Histórias – Paula Rego

. Imagens das Palavras – João Vieira (a título póstumo)

Melhor Trabalho de Fotografia

. Potenciais Interstícios – José Miguel Soares e Alexandre Marques

. Grande Retrospectiva – Eduardo Gageiro

. Surrealismo – André Boto

Melhor Trabalho Cenográfico

. Crucificado – Rui Francisco

. Longa Jornada para a Noite – José Manuel Castanheira

. Mansarda – André Braga, Carlos Pinheiro, Nuno Guedes e Américo Castanheira

PRÉMIOS ESPECIAIS

Melhor Programação Cultural Autártica

. Câmara Municipal de Cascais

Melhor Autor Português

. Júlio Pomar

Apenas, e para terminar, queria deixar votos para que a iniciativa se repita regularmente, por muitos e bons anos.

{ 4 Comentários… read them below or adicione um }

afonsosoares33@gmail.com Fevereiro 9, 2010 às 13:19

Infelizmente até a s.p de autores já gosta da movida televisiva. Pobres autores!!!!

Responder

Pedro Afonso Fevereiro 9, 2010 às 13:28

Não considero isso um problema Afonso, até porque acho que se deve dar visibilidade aos autores, desde que os tratem com dignidade. A questão no modelo apresentado é outra: Tomando a categoria de Cinema como exemplo, onde estão os realizadores e argumentistas, verdadeiros e fundamentais autores de um filme? Acho que ainda há muita coisa a aperfeiçoar, mas a iniciativa é de louvar. Obrigado pelo seu comentário. Volte Sempre…

Responder

Tatianova Iulieva Fevereiro 11, 2010 às 13:20

Melhor Programação Autárquica, Cascais… Será que o facto de o jovem Letria já ter sido vereador do pelouro da dita cultura tem alguma coisa a ver? Hum…

Responder

Nuno Couto Fevereiro 19, 2010 às 16:26

Sim senhor.
Até parece mentira, acontecer coisas destas em Portugal.
Hummmmmm
Deve vir por aí alguma ………….
Só fico surpreendido pelo simples facto de Portugal estar a começar a dar reconhecimento aos artistas Portugueses.
Principalmente em algumas áreas que até há bem pouco tempo, nem sequer seriam reconhecidas como tal.
Bem mais vale isto que nada, enfim.
Abraços e continuação de bom trabalho.

Responder

Deixe um comentário