Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Chegou a altura do ano em que vos faço algumas recomendações para o Halloween. Desta vez, e porque o Netflix se tem tornado uma plataforma ca. [...]

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

Remake de “Plan 9 From Outer Space” – Teaser Trailer.

em: 2009/09/10 | por: | em: Cinema | Sem comentários em Remake de “Plan 9 From Outer Space” – Teaser Trailer. | lido: 1.795 vezes

É provavelmente uma das ideias mais estúpidas que já viram a luz de um projector de cinema: Fazer um remake do filme de culto “Plan 9 From Outer Space” de Ed Wood Jr., justamente considerado por unanimidade o pior filme de todos os tempos. É tão mau que é bom, e é quase um sacrilégio estragar a sua imperfeição. O autor de tal crime chama-se John Johnson e do seu currículo fazem parte oito filmes de terror chunga que ninguém viu. E, sinceramente, espero que este seja mais um desses casos.

Não há cinéfilo que se preze que não tenha um carinho especial por Ed Wood e a sua obra prima (ao contrário). Foi um filme em que tudo o que podia correr mal correu, embora Wood se tenha rodeado de nomes sonantes do cinema e da televisão da altura como Criswell, Bela Lugosi e Vampira. Com um guião absolutamente parvo, efeitos especiais rasca e uma completa falta de coerência Wood criou o mais involuntariamente cómico dos filmes. Foi alvo de uma belíssima homenagem por Tim Burton e Johnny Depp em “Ed Wood“, um filme que eleva o realizador (e argumentista, actor, produtor, montador, duplo, etc.)  ao estatuto de artista, de génio incompreendido, mas sobretudo de ser humano que sonha, batalha e erra, mas que não perde a ilusão egocêntrica de que o seu trabalho será apreciado e seguido ao longo dos tempos.

Agora, 50 anos depois de “Plan 9 from Outer Space”, o realizador John Johnson, através da sua produtora Darkstone Entertainmen, traz-nos “Plan 9” num tom sério, que preende homenagear Wood, mas tirando-lhe o tom inocente e fazendo o que ele originalmente pretendia: Fazer um filme de terror / ficção cientifica verdadeiramente assustador. Ora, o que assusta é mesmo o facto de alguém, 50 anos depois, achar que é possível fazer isso com aquele material.

E, depois de ver o trailer, fiquei mesmo assustado. Logo a começar pela forma, porque de teaser não tem nada. Teria bastado mostrar a parte do rádio (embora Criswell no original aparecesse na televisão) para que alguma curiosidade despertasse nos fãs do original. Mas ao mostrar cenas com zombies saídos de um filme de Romero, asteróides a pairar sobre crianças e efeitos especiais inacreditáveis (bastava pôr um efeito sonoro na cena do vidro do carro para disfarçar o facto de o mesmo ser falso), Johnson diz-nos claramente que não tem jeito nenhum para isto, e que “Plan 9” não passa de um tiro certeiro no próprio pé.

Desafio-os a lembrarem-se de ideia mais estúpida do que esta.

Deixe um comentário