Fantasporto 2020 – Dia 8 de Março.

Fantasporto 2020 – Dia 8 de Março.

Já tinha dado por encerrada esta edição do Fantasporto 2020, a 40ª, quando decidi ir à sessão dos premiados da secção de cinema portugu. [...]

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Já há uns anos que não fazia uma lista de melhores do ano, mas este ano, talvez por termos completado 10 anos de actividade, resolvi retomar . [...]

Sugestões para o Halloween 2019.

Sugestões para o Halloween 2019.

Mais uma vez, trago-vos algumas sugestões de filmes para o Halloween, depois de ter falhado o ano passado. À semelhança de 2017, todas as sug. [...]

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

Para terminar a iniciativa de comemoração do 10º aniversário do laxanteCULTURAL, temos o amável contributo da Rita Santos, a.k.a. FilmPuff,. [...]

“The Haunting Of Hill House” – A obra-prima de Mike Flanagan.

“The Haunting Of Hill House” – A obra-prima de Mike Flanagan.

Toda a gente que costuma ler as minhas sugestões para o Halloween sabe que sou um grande fã do Mike Flanagan desde “Oculus“, de 2013. J. [...]

“Rise Of The Planet Of The Apes” – Poster, Concept-art, Featurette e Trailer.

em: 2011/04/15 | por: | em: Cinema | 1 comentário em “Rise Of The Planet Of The Apes” – Poster, Concept-art, Featurette e Trailer. | lido: 3.686 vezes

Confesso que estou completamente farto de remakes, reboots, prequelas, sequelas e adaptações que tem proliferado no cinema americano dos últimos (largos) anos. Ouvir falar de um filme que já foi uma saga, um remake / reboot mal sucedido (é mesmo um dos filmes mais fracos de Tim Burton) e agora uma prequela, resulta em mim num tremendo bocejo. Não pela falta de confiança no projecto, mas porque é sinónimo da enorme falta de criatividade que, ano após ano, é alimentada pelos grandes estúdios de Hollywood. No entanto, tenho visto o material promocional que foi lançado nos últimos dias, além do livestream a partir dos estúdios da Weta Digital na Nova Zelândia, e confesso que tenho alguma curiosidade. Não pelos efeitos especiais (que certamente serão magníficos), ou pelos nomes envolvidos, mas pela promessa de poder estar aqui uma boa estória. Aliás, toda a participação de Andy Serkis (já foi Gollum e King Kong e agora será Caeser) no livestream foi centrada na força da estória e dos personagens e na dificuldade de a transpor para o ecrã da forma mais autêntica possível. Essa preocupação demonstrada (que não implica que seja bem sucedida) agradou-me. O filme está em fase de pós-produção e é realizado pelo quase desconhecido Rupert Wyatt, contando com as interpretações de James Franco e Freida Pinto (além de Serkis) e com o empenho da grandiosa equipa por detrás de “O Senhor Dos Anéis“, “King Kong” ou “Avatar“. O material já divulgado promete grande espectacularidade e efeitos especiais de encher o olho, sobretudo graças ao processo de motion-capture (de que não sou grande fã) usado na transformação de Serkis em Ceaser. Tenho para vos mostrar alguns exemplos de concept-art, uma foto final de Caeser, outra da rodagem, o trailer e parte da emissão de ontem, em que se pode ver as fases de criação dos efeitos de uma breve cena.

E então, quais as vossas expectativas?

{ 1 Comentário… leia mais abaixo ou adicione um }

Luís Veríssimo Abril 22, 2011 às 15:49

Agora sim fiquei com alguma curiosidade.

Responder

Deixe um comentário