Fantasporto 2018 – Vencedores e horários das sessões dos filmes premiados.

Fantasporto 2018 – Vencedores e horários das sessões dos filmes premiados.

Chega amanhã ao fim a 38ª edição do Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, e já existe palmarés. Antes de o divul. [...]

Fantasporto 2018 – Dias 1, 2 e 3.

Fantasporto 2018 – Dias 1, 2 e 3.

Concluímos a divulgação da programação do Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, no Grande Auditório do Rivoli – Te. [...]

A Floresta Das Almas Perdidas – Terror Luso, Melancólico e Poético.

A Floresta Das Almas Perdidas – Terror Luso, Melancólico e Poético.

Há alguns anos que conheço e acompanho o trabalho do José Pedro Lopes e do Anexo 82. Com uma interessante colecção de curtas-metragens no . [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“The Burning Plain” – Posters e Trailer.

em: 2009/08/02 | por: | em: Cinema | Sem comentários em “The Burning Plain” – Posters e Trailer. | lido: 2.063 vezes

Guillermo Arriaga foi o guionista de “Amor Cão“, “21 Gramas” e “Babel“, todos realizados por Alejandro González Iñárritu, e “The Three Burials of Melquiades Estrada“, estreia na realização de Tommy Lee Jones. Ainda não vi o filme de Jones, mas dos três de Iñárritu só “Babel” é um filme menor (na minha modesta opinião) e um dos mais sobrevalorizados dos últimos (largos) anos. É pretensioso, chato e muito pouco imaginativo. Talvez por isso, a relação entre Iñárritu e Arriaga azedou, e de tal forma que cortaram relações definitivamente. Não se sabe se o resultado final de “Babel” foi o motivo da discórdia, por isso mesmo daremos a ambos o beneficio da dúvida. Quer isto dizer que veremos o que cada um fará de seguida e em separado. E se Iñárritu está a acabar “Biutiful” com Javier Bardem, Arriaga passa a ocupar a cadeira de pano em “The Burning Plain“, o primeiro a ir às sortes. E, aparentemente volta a apostar no mesmo: Em estórias separadas que se ligam num acontecimento-chave das vidas dos seus protagonistas, contadas de forma não linear. Kim Basinger, Charlize Theron, Jennifer Lawrence e o nosso (salvo seja) Joaquim de Almeida lideram o elenco. Basinger e Theron são mãe e filha que tentam relacionar-se, depois da graves desentendimentos no passado, e um homem vindo do México (de Almeida, que nos E.U.A. é mais Mexicano que Português) vai ser peça fundamental nessa reconciliação. Primeiro os Posters:

E o trailer, intenso e apelativo, antevendo um filme emocionalmente poderoso. Destaco uma frase dita por de Almeida a Basinger: “Eu amo-te e tu amas-me. Não sei se é correcto, mas é real.” Promete. Estreia por cá a 1 de Outubro.

Deixe um comentário