Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Sugestões para o Halloween 2017 no Netflix.

Chegou a altura do ano em que vos faço algumas recomendações para o Halloween. Desta vez, e porque o Netflix se tem tornado uma plataforma ca. [...]

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

em: 2016/11/02 | por: | em: Cinema, Crítica, Destaque | Sem comentários em “The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen. | lido: 1.579 vezes

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para missões difíceis ao volante dos últimos topo de gama da marca. Apesar de já trabalhar regularmente desde o início dos anos 90, sobretudo em produções televisivas e de pouca visibilidade, foi com os primeiros cinco filmes da série “The Hire” que Owen deu o salto para o cinema de primeira linha em “Gosford Park”, confirmando-o no ano seguinte com mais 3 filmes da série e “Bourne Identity”.

A liderar a equipe da série de curtas-metragens estava David Fincher, como criador do conceito e produtor executivo (a quem se juntaram Tony Scott e Ridley Scott, na segunda temporada), que se rodeou dos melhores realizadores para produzir oito excelentes filmes. Dessa lista fazem parte os nomes de John Frankenheimer, Ang Lee, Wong Kar-Wai, Guy Ritchie, Alejandro G. Iñárritu, John Woo, Tony Scott e Joe Carnahan.

Maior ainda é a lista de caras conhecidas que pontuaram a série: Mickey Rourke, Adriana Lima, Forest Whitaker, Madonna, Stellan Skarsgård, Lois Smith, Maury Chaykin, Kathryn Morris, Gary Oldman, James Brown, Marilyn Manson, Danny Trejo, Don Cheadle, F. Murray Abraham, Dennis Haysbert, Ray Liotta e Robert Patrick.

Agora, 14 anos depois, a BMW resolveu voltar à série com “The Escape”. Não há Fincher, mas a ficha técnica é igualmente impressionante: na realização está Neill Blomkamp, e na interpretação Jon Bernthal, Dakota Fanning e Vera Farmiga juntam-se a Owen. Juntam-se umas mãos cheias de duplos, máquinas potentes e uma estória simples mas profunda e temos um dos bons filmes da temporada, que só peca por… curto. Ainda não se sabe se haverá mais filmes, tornando esta entrada numa nova temporada. Deixo aqui este “The Escape”, dois vídeos de bastidores e a lista de reprodução das duas séries anteriores…

Deixe um comentário