Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Fantasporto 2017 – Os Vencedores.

Termina este domingo mais uma edição do Fantasporto, a 37ª, com a exibição de alguns filmes premiados. A entrega de prémios decorreu este. [...]

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

“The Escape” volta a juntar a BMW a Clive Owen.

Foi em 2001 que a BMW revelou Clive Owen ao mundo, numa série de curtas-metragens onde um exímio motorista de aluguer era contratado para mis. [...]

Sugestões para o Halloween 2016.

Sugestões para o Halloween 2016.

Mais uma vez, venho-vos sugerir alguns filmes para esta altura do ano em que procuramos emoções fortes: o Halloween. São todos filmes deste a. [...]

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

“Os Vampiros”, de Filipe Melo e Juan Cavia – Crítica.

Antes de mais, quem conhece este cantinho sabe que eu sou um fã do Filipe Melo e do Juan Cavia. Já antes escrevi com entusiasmo sobre alguns . [...]

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

“Nada Tenho De Meu” – A Utopia da Liberdade.

Antes de mais, devo dizer que sou fã do “José e Pilar“, do Miguel Gonçalves Mendes, e era com expectativa que aguardava o seu pr. [...]

“True Blood” – Promo 2ª Temporada

em: 2009/05/02 | por: | em: Televisão | Sem comentários em “True Blood” – Promo 2ª Temporada | lido: 1.487 vezes

Malta do “Dexter“, ponham os olhos nisto. “True Blood” foi a série que estreou na temporada passada, que mais fãs criou, que mais correspondeu às expectativas e que mais discussão gerou por essa Internet fora. Criada por Alan Ball, argumentista de “Beleza Americana” e criador de uma das melhores séries dos últimos tempos, “Sete Palmos de Terra“, que aqui entra no mundo dos Vampiros, misturando-o com a pacata e aparente normalidade de uma cidade do Texas. “True Blood” tem uma galeria de personagens sólida, narrativa bem estruturada, excelente direcção artística e interpretações muito bem conseguidas (Anna Paquin, menina oscarizada por “O Piano“, já ganhou um Globo de Ouro pela sua excelente interpretação de Sookie). Agora, com as expectativas ainda mais elevadas, todos aguardam o que se segue. E aqui temos a mais recente promoção da próxima temporada. E é brilhante. Mais uma vez, como disse em relação a Dexter, uma promoção não tem de nos atirar com imagens dos próximos episódios, descontextuadas e a um ritmo que dificulta a sua visualização. Antes deve, apenas e só, pôr-nos a par do seu contexto, do seu imaginário, do seu tom, com imagens igualmente apelativas mas sem relação com uma estória ou situação. E, juntando-lhe o último single de Bob Dylan, que aqui assenta como uma luva, fica uma promoção que, tal como a série, se vê e revê, e revê, e revê…

Deixe um comentário