Fantasporto 2020 – Dias 25 a 29 de Fevereiro.

Fantasporto 2020 – Dias 25 a 29 de Fevereiro.

O Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, está de volta com a sua 40ª edição, que decorre entre os dias 25 de Fevereiro . [...]

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Cinema 2019 – Os Melhores (e piores).

Já há uns anos que não fazia uma lista de melhores do ano, mas este ano, talvez por termos completado 10 anos de actividade, resolvi retomar . [...]

Sugestões para o Halloween 2019.

Sugestões para o Halloween 2019.

Mais uma vez, trago-vos algumas sugestões de filmes para o Halloween, depois de ter falhado o ano passado. À semelhança de 2017, todas as sug. [...]

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

10 Anos / 20 Escolhas #10 – 2018.

Para terminar a iniciativa de comemoração do 10º aniversário do laxanteCULTURAL, temos o amável contributo da Rita Santos, a.k.a. FilmPuff,. [...]

“The Haunting Of Hill House” – A obra-prima de Mike Flanagan.

“The Haunting Of Hill House” – A obra-prima de Mike Flanagan.

Toda a gente que costuma ler as minhas sugestões para o Halloween sabe que sou um grande fã do Mike Flanagan desde “Oculus“, de 2013. J. [...]

“V”, Nova Série – Primeiros 8 Minutos.

em: 2009/10/25 | por: | em: Televisão | Sem comentários em “V”, Nova Série – Primeiros 8 Minutos. | lido: 2.386 vezes

Estreia no dia 3 de Novembro o remake da clássica série de ficção científica dos anos 80, “V – A Batalha Final“, agora apenas “V“. Inicialmente prevista para estrear só em 2010, a abc decidiu exibir os primeiros 4 episódios já em Novembro e deixar os restantes para o próximo ano. Sendo, para já, uma mini-série de 8 episódios, esta parece-me ser uma decisão estúpida, não se percebendo o porquê de uma medida que vai afectar certamente a audiência da série. No entanto, a abc decidiu apostar ainda mais na promoção e divulgou novas fotos e os primeiros 8 minutos do episódio piloto. Por aquilo que nos é dado ver, além de não trazer nada de novo (estes primeiros 8 minutos parecem retirados de “O Dia Da Independência”), não há aqui nada de muito apelativo, recalcando alguns clichés do género e não fazendo justiça (para já) ao imaginário do original dos anos 80. Depois disto, as minhas expectativas baixaram drasticamente. É pena.

Deixe um comentário